Responsabilidade ambiental é base para empreendimentos sólidos

Postado por Renata Persicheto
Categoria:

Responsabilidade Ambiental é uma demanda que beneficia a todos. Constantemente, o Grupo Quality busca aprimoramentos para atender clientes e colaboradores.

Nossa missão é justamente essa: “ser diferente para gerar transformação”, e não há meios para transformar nosso redor e alcançar a excelência em serviços prestados se não nos preocuparmos com a natureza que nos envolve.

É essa uma das responsabilidades da área de Qualidade/Regulatório, encabeçada por Vanessa Paixão. Vanessa é responsável pela manutenção de programas e controles, voltados à avaliação de impactos ao meio ambiente e gestão de resíduos nos processos operacionais para atender aos padrões de qualidade exigidos pelos Órgãos Ambientais e de Saúde.

Tais programas contemplam, entre demais necessidades, o respeito e zelo para com o meio ambiente. Nossos Centros de Distribuição e serviços de intralogística possuem certificados emitidos por Órgãos competentes como a CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo)* e o IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis)*, que autorizam, ambos, a realização de nossas operações de acordo com a legislação vigente.

E por que a Responsabilidade Ambiental é importante?

Apenas empresas que atendem todos os requisitos necessários e assumem sua responsabilidade em âmbito ambiental, como o impacto das atividades realizadas e, consequentemente, o tratamento correto de seus resíduos possuem estas certificações. Dessa forma, atestamos nossa responsabilidade para com o meio ambiente e o impacto gerado nele.

Cada uma das operações demanda cuidados específicos, sendo sempre necessária a adequação às questões ambientais, para que, dessa forma, possamos gerar o menor impacto ambiental possível, através de medidas preventivas e gestão dos processos de melhorias, como na redução consciente de lixo não-biodegradável, implementação de processos de reciclagem ou a reutilização de materiais e insumos.

Leia também: Desenvolvimento Humano: focar em pessoas é garantia de bons resultados

E não para por aí. Em nosso Centro de Distribuição em Itupeva-SP, por exemplo, há uma estação de tratamento de água, que, além de tornar o processo da operação não poluente, traz economia à operação, uma vez que a água tratada retorna para sistemas secundários de utilização.

Este processo é controlado por análises periódicas do controle de qualidade da água, através do monitoramento de parâmetros estabelecidos por resoluções do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente)*. A responsabilidade para com o meio ambiente é uma demanda moral, mas traz benefícios à todas as áreas.

Este artigo é parte de uma nova série. Periodicamente, abordaremos como o uso de inovação nas mais diversas áreas do Grupo Quality tem gerado benefícios à empresa, e, principalmente, para todos os colaboradores.

Referências

*CETESB – Agência do governo do estado de São Paulo  responsável pelo controle, fiscalização, monitoramento e licenciamento de atividades geradoras de poluição, com a preocupação fundamental de preservar e recuperar a qualidade das águas, do ar e do solo.

*IBAMA  – Órgão responsável pela execução da Política Nacional do Meio Ambiente (PNMA). Desenvolve diversas atividades para a preservação e conservação do patrimônio natural, exercendo o controle e a fiscalização sobre o uso dos recursos naturais (água, flora, fauna, solo, etc). Também cabe a ele conceder licenças ambientais para empreendimentos de sua competência.

*CONAMA – Conselho Nacional do Meio Ambiente – Órgão consultivo e deliberativo do Sistema Nacional do Meio Ambiente, tendo como uma das principais atividades o estabelecimento de normas e critérios para o licenciamento de atividades efetivas ou potencialmente poluidoras.

Deixe uma resposta